02.06.2020
Black Lives Matter – Como Podemos Ajudar?

Publicado por: Biah

O movimento ativista internacional Black Lives Matter (Vidas Negras Importam) teve origem na comunidade Afro-americana que luta contra a violência direcionada as pessoas negras. BLM regularmente organiza protestos em torno da morte de negros causada por policiais e questões mais amplas de discriminação racial, brutalidade policial e a desigualdade racial no sistema de justiça criminal dos Estados Unidos.

Não se pode ser apolítico ou neutro em situações de opressão: Ou você luta contra ou você se torna o opressor. O silêncio é uma das formas de violência nesse caso. Isso engloba atos de racismo e brutalidade policial nos EUA e no Brasil.

João Pedro, de apenas 14 anos, foi morto dentro de casa. Foram mais de 70 tiros em direção à residência. Os familiares acreditam que a polícia viu jovens negros correndo para uma casa grande e com piscina e assumiram que era uma casa de bandidos. Os policiais invadiram, jogaram bomba de gás e continuaram atirando, mesmo com os meninos deitados no chão e avisando sobre a presença de criança. João foi atingido pelas costas.

George Floyd foi assassinado por um policial de Minneapolis. Floyd foi algemado, contido e completamente cooperativo quando tudo isso aconteceu. O policial apoiou o joelho no pescoço de George, sufocando-o por minutos a minutos, enquanto George gritava que ele não conseguia respirar. Os espectadores imploraram para que o policial tirasse o joelho do pescoço de George, mas o policial fingiu não ouvir e continuou a sufocá-lo.

Se você não pode participar ativamente dos atos e manifestações, use seu privilégio para outras coisas:

• Dê RT nos tweets com as tags #VidasNegrasImportam, #VidasNasFavelasImportam e #BlackLivesMatter.
• Divulgue os atos ANTIFA e anti racistas nas suas redes sociais.
• Assine petições.
• Doe.
• DENUNCIE E SE MANIFESTE contra QUALQUER ato racista/fascista.

Não seja neutro, não fique na dúvida entre se posicionar ou não, pois ao se isentar você corrobora com o opressor silenciando a causa. Não se esqueça, se você é branco, o seu lugar é de apoiador não é momento de palco; não espere parabéns e não faça disso um momento seu.

Uma contribuição importante é se reeducar em relação ao seu vocabulário (exemplos), prestando atenção em expressões racistas e influenciando amigos e familiares a fazerem o mesmo.

Confira os links abaixo para contribuir e acesse ao site do BLM para mais informações:

Estaremos atualizando nosso site com mais links, caso você tenha algum não hesite em enviar para nossas redes sociais. Não vamos nos calar!

SHELLEY HENNIG Brasil • Hospedado por Flaunt • Layout por Lannie D